a tua boca

desenhas de nuvens e estrelas

perfeita e oca

sopra o dedo esmagado na aurora

sorri para um cão que late

suspira pelo amor e sabe

que amanhã vai embora

a tua boca

que beijo ao longe

nessa noite longa

e que se abre em espanto

a tua boca que quero

tanto

a tua boca que espero

enquanto

a tua boca dorme

e eu te olho

e te desejo

a tua boca adormecida

teu hálito fresco de madrugada

tua voz esquecida

na minha voz calada

tua boca que quero

tua boca

e mais nada