quarta-feira, 8 de setembro de 2010

(L)




Somos uma pequena jangada, contudo, somos forte. Embora aja um muro escuro, consigo ver que dentro há um infinito de paz. A maneira que nos tratamos, o carinho que sentimos, é como se estivéssemos construído algo para ser infinito, sobretudo, bonito. Você me ensinou, eu te ensinei bem mais. Aprender tem uma certa aspereza, sabemos. Sabemos também que aprender também não é tão fácil quanto parece. Receba de mim aquilo que vive a me dar. Não quero saber o sentido, apenas cresças comigo. Crescer é permanecer, o que é bem diferente de mudar "NÉ"? E a gente graças a Deus, sempre crescemos juntos. Sinta. Creia. Ferva. Uma vez você me ensina, duas eu te faço ouvir. Desejos. Sonhos. Paciência. Fé, muita fé. Somos o presente que gostaríamos de ganhar hoje. Somos presente e FUTURO, e pequenas partes marcantes daquele passado, rsrs. Aprendizado pra quem sabe o que quer. Sereno e confiante, disposto ao que vier. Mistérios entre nós dois sempre serão "mais do mesmo", feito as nossas conversas, e brincadeiras demoradas. Nossos beijos, a coisa mais pura que já vi. O abraço, o mais seguro que encontrei. E outras coisas que só a gente entende. Me entrego. Vc não veio para mim, eu quem fui pra você, fui, vou, sou. Você aquece o meu coração, num minuto perco a fala, em outros muitos, te deixo calado. A gente se diverte e se adverte, você me protege e eu á você, quem se ama como a gente NUNCA pede mais porque SEMPRE vai ter! Você é o melhor amigo e amor que existe, te amo pra vida inteira.

SJ.

3 comentários:

  1. Ou seja, um é complemento do outro e isso é merevilhoso!
    Beijo grande :*

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Feliz por saber que vc gostou do texto Jélica! :)
    Bjus.

    ResponderExcluir

Cafézinhos